Blog da Carol











{agosto 23, 2010}   Banheiros

Boa tarde pessoal!

Em primeiro lugar gostaria de agradecer as visitas ao meu blog! OBRIGADA! 🙂

O banheiro deixou de ser apenas um cômodo utilitário e virou um ambiente totalmente estilizado, com materiais cada vez mais nobres!

Hoje em dia ele não precisa mais ser totalmente azulejado, tomando o devido cuidado com a ventilação e com a tinta a ser escolhida.

Outra boa opção é investir num bom projeto de iluminação, isso valoriza muito o espaço dando um charme todo especial ao ambiente. Misturar fontes de luz fria e de luz quente é a primeira recomendação de Mayra Yasuda, gerente de Criação da Bertolucci. “A quantidade de pontos de luz vai depender do tamanho do banheiro”, diz. “No mínimo, um plafon central com luz fria, fluorescente, para a iluminação geral, e duas arandelas com difusor nas laterais do espelho, com lâmpada incandescente, emitindo uma luz quente.” O rosto deve sempre ser iluminado pelas laterais, isso facilita muito na hora de fazer a maquiagem! Ao escolher as lâmpadas, deve-se levar em conta o Índice de Reprodução da Cor, quanto mais próximo de 100, mais fidelidades as reais tonalidades.

 

 A área da banheira tem destaque neste ambiente, criação do arquiteto Marcelo Rosset. Iluminada por uma lâmpada dicroica com filtro azul, lembra uma piscina e torna-se o ambiente ideal para tratamentos estéticos ou com sais de banho, como queria o casal. A parede lateral recebeu revestimento de canjiquinha de mámore branco piguês. Lâmpadas dicroicas formam feixes de luz direcionados sobre as duas cubas instaladas na bancada de mármore branco piguês. Por ser dividido em quatro partes (e ocultar armários), o espelho não ganhou iluminação. Lâmpadas do tipo PAR -20 foram usadas para a área do chuveiro.

 

O ponto luz central localizado dentro do box (com deck de madeira no revestimento do piso) deste banheiro projetado pela arquiteta Débora Aguiar usa lâmpada PAR -20, pela resistência à mistura de calor e umidade, instalada em suporte embutido no forro. A iluminação cênica, pontual, como a que destaca o nicho na parede da direita (ao lado da tevê) e a planta que o enfeita, foi feita com lâmpadas dicroicas. Esse tipo de lâmpada é largamente empregado para destacar obras de arte.

 

O desejo da moradora de ter um espaço prático para guardar seus produtos de beleza definiu um dos focos principais deste banheiro criado pela arquiteta Vivian Coser: o armário por detrás do espelho, que também faz papel de porta de correr. Protagonismo que foi destacado com uma arandela da marca italiana Artemide, com função também decorativa, equipada com lâmpada Halopin, escolhida por ser compacta e mais econômica que as incandescentes comuns.

Bom é isso aí! 🙂

Fonte: Site Uol e Revista Casa e Construção.

Beijinhos

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
%d blogueiros gostam disto: